31/05/2010

Obsessores: quem, como e por quê



Adriana Tanese Nogueira

Existem perturbações nos nossos sentimentos e pensamentos que são nutridas por fatores externos os quais fogem à análise psicológica tradicional. No espiritismo, eles são chamados de “obsessores”, espíritos malignos que atormentam um indivíduo.
          A obsessão é um “Pensamento, ou impulso, persistente ou recorrente, indesejado e aflitivo, e que vem à mente involuntariamente, a despeito de tentativa de ignorá-lo ou de suprimi-lo; idéia fixa, mania.” (Dicionário Eletrônico Aurélio).
          Tomados pela própria obsessão, os obsessores em sua dimensão inconsciente (ou seja, “espiritual”) interferem na vida alheia sem que suas vítimas se apercebam, tão bem amalgamados estão com sua psique. Sofremos influências desse tipo a toda hora. Em psicologia profunda, traduzimos esta idéia dizendo que há conteúdos inconscientes que são reforçados, sustentados e promovidos por dinâmicas inconscientes.
          Somente com muita autoconsciência e observação é que se consegue detectar a influência de um obsessor, sua forma de se fazer presente e de funcionar. A atuação de um obsessor é sutil e disfarçada: amplifica um medo ou uma preocupação, enfatiza um pensamento ou uma dúvida; eleva o grau de tensão ou agitação que uma pessoa está sentindo. Obsessores sempre diminuem o estado geral de calma e serenidade.
          Um obsessor tem acesso a nós por ter tido ou estar tendo algum tipo de relação conosco. Apesar de podermos achar que a relação é boa e “resolvida”, há de haver outras coisas por baixo do tapete, como interesses ocultos, intenções não assumidas, medos e etc., que levam a pessoa a querer ter um controle sobre a outra - controle esse que acontece também por baixo do tapete, ou seja, a nível inconsciente.
          A pessoa que atua como obsessora não necessariamente tem consciência do que faz. É ingenuidade achar que estamos no controle de nós mesmos. Há garras inconsciente que não soltam o que não se pode ou não se quer soltar. Enquanto isso, do lado de fora, ou seja no plano da consciência, a vida segue aparentemente normal. Entretanto, estranha reações ocorrem, inesperados pensamentos ou percepções desagradáveis, noites mal dormidas, ideas fixas e repetitivas que não nos interessam nos atravessam e não sabemos por quê. Decifrar a realidade visível (se é que é possível compreender um iceberg só pela sua ponta) não é suficiente. É preciso penetrar o invisível.
          Há diversos tipos de obsessores conforme sua origem e ligação conosco. O mais famoso é o obsessor que vem de outra vida, quando ocorreu um evento dramático cujas perturbadas emoções não foram superadas. Aquele vínculo, que no geral é negativo, permanece, e persegue a outra pessoa. O objetivo desse obsessor é perturbar e prejudicar. Ele irá agir alimentando tudo o que pode prejudicar a pessoa sobre a qual quer vingar-se.
          Mas obsessores podem ser também pessoas vivas que conhecemos, com as quais, geralmente, temos ou tivemos uma forte relação afetiva. O vínculo não terminou ou não está resolvido, mas embolou-se numa vertigem de efeitos colaterais, símbolos e complexos psicológicos que mexem com toda a personalidade. O obsessor pode fixar-se com a outra pessoa pelo valor essencial que ela encarna. Ele identifica a pessoa com um símbolo importante que precisa “possuir” para sentir-se melhor.
          Ou então, o obsessor tem sentimentos divididos, racionalmente sustenta uma postura, sentimentalmente vive o oposto. O que é negado pelo ego permanece como vínculo inconsciente reforçado pela própria rejeição consciente: quanto mais a mente nega, maior se torna a obsessão inconsciente. Sua vítima será perseguida pela presença invisível do obsessor, suas paranóias, desejos, ansiedades - tudo inconsciente.
          Uma terceira possibilidade, e esta muito comum e mais “branda”, acontece quando alguém manipula de forma obsessiva a percepção de outra pessoa para que esta não tome consciência do que poderia levar, por exemplo, ao fim do relacionamento. A obsessão neste caso é o outro lado da moeda de um rosto sorridente e tranquilo.
          A atuação de um obsessor traçada aqui se insere no panorâma cultural amplo onde pensamentos e sentimentos são entendidos como formas de energia. Atraimos o que está na nossa mesma frequência. Em alguma parte de nós há ou houve uma abertura para que o obsessor penetrasse e atuasse. Na verdade, todos temos brechas, ninguém é compacto e de ferro, pelo menos não é fácil manter o prumo. Basta às vezes uma dúvida, um vacilo para fomentar a presença de “espíritos malignos”. Com o desequilíbrio e confusão que há em volta não é difícil ser atingidos.
          Por outro lado, algumas escolhas abrem as portas para o ruim entrar. O uso de álcool e drogas é uma forma impecável de escancarar os portões para todo tipo de influência negativa. O objetivo da droga é baixar o nível de consciência, coisa que só é benéfica quando realizada sob a proteção de específicos rituais simbólicos, ou então quando é hora de ir dormir. Fora estes dois momentos, baixar a consciência é o mesmo que andar à noite numa floresta cheia de lobos vorazes.
          O melhor antídoto contra obsessores e manipuladores é a tomada de consciência do que acontece dentro de nós, ou seja, o autoconhecimento.

18 comentários:

  1. “Os bons Espíritos simpatizam com os homens de bem, ou suscetíveis de se
    melhorarem. Os Espíritos inferiores com os homens viciosos, ou que podem tornar-se tais.
    Daí suas afeições, como conseqüência da conformidade dos sentimentos.”Livro dos Espíritos, pág. 254

    Concordo com a Adriana.
    E mais, o autoconhecimento é essencial para diferenciar uma obsessão com algum transtorno emocional maior e também para a evolução espiritual, em plano terreno seria um maior equilíbrio emocional, ou seja, lidar melhor com os problemas inerentes da vida.

    ResponderExcluir
  2. Bem falado Lizama. Este é um tema delicado porque facilmente se confundem um problema psicológico individual próprio com algo que é estimulado de fora. Apesar do obsessor só poder entrar se houver um desequilíbrio emocional, nem todo desequilíbrio emocional é responsabilidade de um obsessor.
    Autoconhecimento para melhorar a evolução individual e para aquela espiritual, sim. O grande lance é IDENTIFICAR as presenças e assim - somente assim - eliminá-las.

    ResponderExcluir
  3. Entendo pouco sobre o assunto gostaria de saber mais.
    Quanto ao fato de alguém ter obsessão por outra pessoa, por exemplo. Isso também tem conotação espiritual?

    ResponderExcluir
  4. Pode ter. Nesse caso tenho que apelar para vidas passadas, é a única forma que tenho para entender o processo, até porque "espiritual" quer dizer relações além e para além da terrestre... portanto... vou escrever a respeito.

    ResponderExcluir
  5. Eu estou com um que a senhora citou que fez tudo isso, o pior,afastou amigos, colegas e parentes de mim sem saber e me injuriou na época do colégio por meio de centenas de pessoas, eu agora vou comprar uns livros e vou fazer ele sentar no colo do capeta pra não voltar nunca mais.Ele consegue até vê o futuro e fazer os médicos passarem remédios errados ou fracos para prejudicar a mim e minha mãe.

    Meu nome é Milton Renato Antunes Rocha

    ResponderExcluir
  6. Milton, procure alguém que faça desobessão. Brigar com obsessores os torna mais fortes. Outra coisa: deve procurar em vc o que o chamou. Se ele(s) está aí é porque vc abriu espaço.

    ResponderExcluir
  7. Dona Adriana não chamei, desde criança sempre as pessoas arrumavam briga comigo sem saber, tive sindrome do pânico até os 20 anos de idade, depois tive um pesadelo e passou disso para uma pertubação mais séria no lado esquerdo da cabeça, já fui em vários centros espíritas, dos 6 que fui, 4 sabiam do meu problema de forma direta e os outros dois não, uma colega ia me ensinando um centro que fica aqui no Rio de Janeiro chamado Frei Luiz, derrepente essa colega me exclui, não adianta eu ficar indo em centros espíritas, pois perco meu tempo, pois eu sou adorado por muitos e odiado por muitos, pois na época que fui injúriado paguei na mesma moeda não com ações, mais com palavra duras, que a população não gosta de ouvi, mais é necessário ouvi, lutei com esse obsessor sem saber que ele existia...Até colocar efeito de doença na minha mãe ele colocou, para me atrair para um centro de humbanda com magia negra minha mãe começou a ir lá em 1996 quando foi em 2005 meu colega que mora com esse tal pai de santo, me contou que aquilo era magia negra...Como quis de uma certa forma dizer o livro dos médiuns no capitulo 23, não se pode confiar nem em parentes, amigos ou colegas, pois um simples fato de ouvir uma voz, deixa a pessoa muito crédula demais naquilo...Quando esse tipo de coisa, manda a pessoa fazer coisas que levem a sujeira, a briga, tem que ir mesmo para o inferno...Eu acredito no espiritismo em termos agora...Pois no livro dos espíritos diz que um espírito não pode esconder nada de outro espírito...Não confio no espíritas pois a garota que eu gostava era espírita na época do ensino médio e ele colocou ela no meu caminho só para eu ficasse apaixonador por ela, e depois me esnobando....Uma vez eu vi uma palestra não sei se foi no ano de 2008 ou 2007 que a médium que aplicava a palestra disse: Aqui chega espíritos tão perversos que os médiuns ficam passando a bola de um para outro e ninguém quer resolver...Ela disse que só ela que não tem medo enfrenta e resolve...Pra senhora ter uma idéia, já senti a morte dos outros, a primeira vez eu devia ter uns 13 anos, de um ator da rede globo chamado Cazarré...Eu estava vendo uma novela no vale a pena vê de novo e disse para mim mesmo: que pena que tu vai morrer amanhã...Quando foi de madrugada no dia seguinte ele morreu de tiro de bala de fuzil direto no coração...A água que eu bebi transformo-se no cheiro e no gosto de um remédio que eu vi sempre quando eu ia no mercadinho de um conhecido meu, esse remédio é para matar carrapatos de boi, mais é muito aplicado em cachorros...Derrepente a água se transformou no cheiro e no gosto daquilo e quando bebi me doía tudo por dentro, depois de 3 dias no ano 2003 saiu metros e metros daquele verme a solitária e depois disso nunca mais tive esse tipo de problema, já vi espíritos várias vezes em forma de matéria, duas vezes, na primeira vez eu era criança, eu estava no portão e ele botou a mão na minha cabeça, estava vestido igual a uma pomba-gira e meu colega disse: Tá loco, como que tu deixa essa mulher botar as mãos em sua cabeça...A segunda vez foi uma velhinha me testando 1996 quando a minha mãe estava doente para vê se eu ia acodi-lá, levei ela para minha casa e a minha mãe disse: Renato tu está louco se essa velha morre, tu vai se prejudicar, na mesma hora que botei o remédio na boca dela, a velha disse que já estava boa e mandou eu leva-lá para mesma esquina que eu a encontrei andei 2 metros e ela sumiu nas minha costas...7 anos se passaram e fui morar em outro bairro no segundo dia do mês de fevereiro de 2003 eu fui comprar pão, ela apareceu no segundo andar de uma casa e disse: Oi Milton Renato tudo bem?...Eu não respondi nada mais a reconheci... miltonrenato1@hoitmail.com

    ResponderExcluir
  8. Depois de 14 dias quando dava meia-noite em ponto, comecei a ouvi muitas vozes dizendo que iam me matar...Todo mundo sabe do obsessor mais ninguém fala, me tratam como insano, como Chico Xavier era tratado quando começou a vê espóritos, Allam Kardec diz que o médium serve como antena para esse tipo de praga para te prejudicar, por isso que todo mundo ouve isso.
    Até quando comecei a ir na igreja na segunda vez, eu senti e repeti o que estava escrito no panfreto que iam me dar mesmo antes de sair de casa.
    Só posso dizer uma coisa espírita só é bozinho com você quando o caso não é grave demais mesmo...Poderia está formado, hoje em dia ter a minha profissão me formei por causa destas coisas malditas, era para tar formado desde o ano de 2005.

    ResponderExcluir
  9. O que serviu para vc estar no meio de tudo isso? Como vc evolui como pessoa consciente?

    ResponderExcluir
  10. Serviu para saber o que eu já sabia desde criança, que não se deve confiar nos outros, pois a maioria não presta, isso sempre foi e sempre será a minha conciência!!

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho consciência que o mundo espiritual existe mesmo, mais espiritismo, centro de Humbanda, Candomblé todas essas etinias religiosas não servem para mim, primeiro que a minha mãe sempre foi de centro de humbanda, para dizer da forma mais vulga possível: Sempre achei um porre ter que frequentar esse tipo de religião, porque eu nunca tive fé nisso, e sempre fui da etinia ateu protestante...Depois também por mais que esse espírito apronte comigo, embora eu diga que é só um, com certeza é mais de um, por causa deste tipo de coisa maldita eu tomo remédios fortes para dormi, o tal do rivotril...As ultimas que eles aprontaram já é a terceira vez que colocam efeitos nos meus computadores, a primeira vez foi em 2003, fiquei sem acessar a internet durante 20 dias, resolvi formatar o pc, o meu sistema operacional era Windows Millenium, quando apaguei o computador e ia reinstalar de novo o sistema operacional o espiritos gritaram e o windows voltou depois de apagado, a segunda vez foi em dezembro de 2012 comprei uma webcam para o computador novo e nem eu que fiz curso de manutenção de micros consegui instalar a webcam, apelei para o fabricante da mesma e deixei ele mexer remotamente no meu computador de outro estado, ele também não conseguiu, o terceiro foi o cara da empresa da minha placa mãe, não conseguiu...Liguei para loja onde comprei a webcam, eles mandaram eu levar meu pc lá, a loja fica no bairro de bangu aqui na cidade do RJ, quando cheguei em bangu resolvi corta pelo Bangu Shoping, pois a loja fica em frente ao mesmo na Rua da Feira, foi quando antes de entrar lá, veio aquela voz daquela mulher e disse :Tu vai vê como eu concertei seu computador, na mesma hora que o cara ligou ele instalou, foi ai que percebi que era coisa deste espíritos do mau...Depois do ano passado já formatei o computador de novo e a webcam não deu mais problemas....Depois foi o meu notebook que estava dando problema desde novembro liguei para o cara da positivo e ele estava lendo o meu cadastro com uma certa irônia, perguntei se poderia ser algum conflito de drives, ele disse que não, e disse que eu tinha que levar numa assistência, eu disse que não ia levar nada...Resolvi ligar ele de novo depois de ter falando com o cara da positivo, o notebook voltou a funcionar corretamente, era coisa destas pragas, eu digo pra minha mãe e ela fica dizendo que é coisa da minha cabeça...Todo mundo da minha família sabe e ninguém diz nada.

    Tenho muitas coisas para contar de das visões que tive de um mendigo lendo a bíblia com muita fé e de um homem de uns 2 metros de altura de barba e cabelos igual Jesus, com a mesma vestimenta azul igual as imagens da igreja católica sabendo andar na rua de olhos fechados sem precisar olhar o caminho, só eu e um garotinho que conseguimos vê, calçadão de Campo Grande passa centenas de gente por minuto, como aquele homem não chamaria atenção, Allan Kardec diz, que se conhece a qualidade dos espírtitos pelas vestimentas, mais isso fica para o próximo post...mais entendi que estou na igreja batista por causa das visões que tive que a conclusão que tive que o caminho é Deus.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  12. Milton, boa caminhada a vc! Quantas experiências! Fique bem, e não se esqueça que consciência e conhecimentos também ajudam. Abraço

    ResponderExcluir
  13. Doutora Adriana se fosse somente essas faculdades, eu também sinto perigo de todos os tipos, quando vai acontecer alguma coisa aqui em casa por exemplo, ontem minha mãe passou mau era quase uma hora da manhã, não estava dormindo, mais sempre quando estou, e ela vai passar mau, alguém me acorda uns 2 minutos antes, ontem o coração dela chegou 148 batimentos por minuto...Ano passado ela ia passar mau, estava dormindo e parecia que estava dormindo e conversando com alguém derrepente eu disse no sonho: Me da licença que agora eu preciso acordar pois a minha mãe está se sentindo mau...Acordei e realmente ela estava se sentindo mau, com o que ela chamava de tum tum na cabeça...Relatei para médica dela que aquilo era coração acelerando, a médica passou um remédio e passou, ai ontem acabou o remédio e isso veio forte de a pressão e os batimentos subirem abeça, pedi logo de manhã, dinheiro emprestado a uma conhecida da igreja para comprar o remédio...ai eu se pergunta esse cara não trabalha?...Eu digo o obsessores chegam as pesssoas que contratam para que tu não seja contrado...Hoje é dia 19 de Janeiro, dia do meu aniversário, recebo a desgraça da minha mãe passar mau de madrugada, e custei para abaixar a pressão dela, ainda bem que tive libros de primeiros socórros e sempre que ela ia para emergência do hospital, sempre via tudo que os médicos fazia para abaixar a pressão dela, me inteirava de tudo...Eu sou ciência, religião e paranormal nas horas vagas...Maluco também, pois do que eu li no seu texto em cima sem querer críticar mais uma observação, o texto é muito fraco, a senhora teria que absorver casos, como um blog de um rapaz de Recife fazia, que acabou, chamado blogdoylen, até hoje esse blog é falado demais...Já fui numa psicologa ano passado, ela achava que tudo que passei era da minha cabeça, depois de 3 seções, achei que ela estava sendo manipulada e querendo me manipular...Ela ficava dizendo: Isso tu acredita!...Eu dizia: Doutora: não é acreditar ou não, é constatação.
    Agora fico por aqui!!

    ResponderExcluir
  14. O espírito obsessor pode fazer tantas coisas para te prejudicarem, manipulara as pessoas para te prejudicarem por exemplo.Os centros espíritas acham que ajudar os outros somente com a caridade material e não com a caridade moral perante um obsessor, vou contar o que eu ouvi numa das casas espíritas mais famosas do Rio de janeiro.

    ResponderExcluir
  15. Um dia eu fui numa seção de um centro espírita chamado Leon Dennis aqui no Rio de Janeiro e uma médium estava dando a palestra e de repente ela se inritou e disse: Aqui no centro espírita Leon Dennis , chegam espíritos tão perversos, que os médium ficam com medo e passam a bola de um para outro, nenhum quer resolver, só eu que não tenho medo vou lá e resolvo.
    Bem gente aconteceu muito isso comigo, a primeira casa espírita que frequentei foi o Bezerra de Menezes de Bangu, mandei um e-mail pra lá e dono dela disse que o meu e-mail tinha caído na caixa lixo eletrônico, ele me chamou lá e quando eu estava contando, ele se apavorou e mandou eu frequenta uma outra casa espírita que fica no bairro de realengo nessa eu nunca fui.
    Voltando ao Leon Dennis, quando ouvi aquilo daquela médium, eu contei que os médium estavam com medo de mim e se desviando para não falar comigo a um senhor que recolhe doações, ele me indicou o Centro Médico Bezerra de Menezes de cascadura, lá é um centro doutrinário, cheguei lá, contei o que estava acontecendo, eles disseram: Não se preocupe você está na casa espírita Bezerra de Menezes...Quando passava nas correntes e a médium iniciava a sessões dizia vasculhe os pensamentos, uma coisa assim, sentia alguma reação de alguma mexendo com a minha mente.
    Gostei de lá mais era muito cansativo mesmo, ir toda semana, ai eu conheci aqui na internet um blog chamado blog do Ylen , era de um rapaz de recife, ele indicava centro espíritas pelo Brasil inteiro, ai num dia ele indicou o centro espírita Tupyara que é humbanda Branca com kardecismo, fiz uma cirurgia espiritual e quando chegou o médico que fez a operação o médico disse aos médium, que quem estava fazendo aquilo comigo era a pomba gira.
    Fiquei quase 7 meses sem ouvir vozes e depois voltou.
    Isso que eu vou contar agora aconteceu a um ano atras, minha médica cardiologista doutora Liana mandou eu bater um eco, no meu eco deu hipertrofia concêntrica do ve e 420 gamas de massa do vê, como eu estava malhando e tinha perdido peso ela mandou bater outro eco, que deu a mesma coisa e ela disse não pode passar disso e não passou nenhum remédio para baixar a massa do ve, descobri em sites que quando a pessoa está assim pode fazer esforço se não sobrecarrega o ve.
    Bem isso aconteceu nos médicos do meu plano de saúde, bem esse ano passei em outra médica ela me tratou bem na primeira consulta e passou um eco, que deu que eu estou com "Dilatação Cavitária do Ve e Hipertrofia Concêntrica do ve" não sei se é grave, uns dizem que é graves outros que não.
    Bem voltando a médica doutora Ana Lúcia, que atende no grupo onde eu tenho plano Cemeru saúde, quando eu cheguei lá, e ela me atendeu pela segunda vez, ela estava fria, com uma cara de raiva e me passou um remédio que me fez muito mau chamado carvedilol comecei a sentir dores no peito e a minha pressão ia a 20/16, liguei para clínica cemeru bangu, no dia que ela dar consulta e falei com uma atendente, expliquei o caso e ela mandou eu chegar as 14:30, quando eu ia chegando soltando do ônibus 864 campo grandexbangu veio a voz desta mulher deste espírito e disse, até parece que alguém vai ligar pra você lá.
    Foi o que aconteceu alegaram que não sabiam que eu tinha ligado, a atendente deu nome falso e a doutora não quis me atender, depois de muito esforço ligando para o sac da clínica a médica resolveu me atender só para dizer que não ia me atender e mandou eu continuar com os remédio velhos que não fazem mais resultados, muito pilantra ela, eu sei que é coisa do obsessor mais médico não pode deixa de prática o bem, mesmo estando constrangido ou ameaçado por um espírito maligno, é pois a médica mudou completamente comigo.
    Essa semana fui num cardiologista lá mesmo, o nome Pedro, ele disse que não ia trocar meus remédio, pois minha pressão estava normal, foi ai que eu disse que eu não estava comendo direito para controlar a pressão, ai ele mandou tomar mais uma dose de losartana de 50 mg.

    ResponderExcluir
  16. Esse médico dessa clínica Cemeru não querem me ajudar, pois estão sobre-julgados pelo obsessor.
    Quando Allan kardec diz que um obsessor só pode matar a pessoa por suicídio é mentira, ele manipula tudo para te prejudicar, não sei se estarei vivo em 2014 e se acontecer alguma coisa comigo, deixo claro que foi por causa dos médicos do Grupo Cemeru saúde, que alem do mais essa clinica e hospitais pertencem a um grupo espírita, Cemeru é o nome fantasia ..
    Obrigado e sem alguém souber se o que eu tenho é grave ou não, me mande um e-mail para .
    renato.trovador@gmail.com
    Peço gentilmente a dona deste site que não apague esse post e se tiver alguma dúvida sobre o que eu estou dizendo aqui, compare lendo o capítulo 23 do livro dos médiuns de Allan kardec .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milton Renato, não vou apagar seus comentários mas não é esse o lugar para entrar nos detalhes de sua história, porque a abordagem central desse site é psicológica não espírita. Não tenho nada a ver com o espiritismo e o acho falho em muitos aspectos conceituais. Antes de embarcarmos nas interpretações espirituais devemos ter certeza de termos esgotado aquelas psicológicas porque há muito "truques" que jogamos contra nós mesmos e que a psicologia explica muito bem.
      Abraço

      Excluir
    2. Adriana não psicológico as pessoas se voltam desde pequeno contra mim e único que sabia era meu primo que era o meu maior inimigo quando criança e tinha a obrigação de conta os outros não.
      fui numa psicóloga ela achou que era coisa da minha cabeça também!!

      Excluir