Brinde de Natal

Jesus
você
homem que
padeceu a laceração
a laceração do coração
até ter que
morrer na cruz
para mostrar que
a cruz é
a separação
do amor de si mesmo
que acontece
desde o início do mundo
e permece
no mundo
na medida em que
o homem permanecer
separado da mulher

Jesus
você
homem que
pregado na cruz
na solidão feroz
experimentou também
a dúvida mortal
que com você
não estivesse mais com o pai
e isso porque
no último instante
da tua existência terrena
você foi iluminado
pela visão aterradora
que o pai
nada mais era que você
e que portanto
com você
não havia ninguém
não havendo quem é outro de você
a mulher
a mulher que
ao se reconhecer em ti
pudesse dizer
“Tu és”
te tornando assim consciente
de ser realmente
o vivente

Jesus
você
homem que
no espasmo extremo
da solidão masculina
que condena justamente
o homem a morrer
invocou o feminino
para que
acordasse
de seu sono sepulcral
e
ao se unir a ti
desse contigo vida
à vida imortal

Jesus
você
homem que
por dois mil anos
continuou
a sangrar
para que teu sangue
inebriasse de dor
a mulher
ao ponto
dela
cheia de amor
pela tua dor
desejasse
ardorosamente
pegar em si
a dor tua
se fazendo assim
parecida a ti
e desta forma a ti
podendo se unir
no abraço
do amor infinito

Jesu
você
homem que
é finalmente
homem entre nós
nós
homens e mulheres que
graças a ti
nos unimos
libertando
você e nós mesmos
da cruz
acolha
o nosso amor
que te presenteamos
no dia em que recorre
a tua vinda ao mundo

E o dom de amor
que te damos
é
aquilo que nós
a você
agora dizemos

Nós te dizemos que
agora
e somente agora
você ressurge
da morte milenária
porque
agora
e somente agora
graça a nós
completou-se
a tarefa
que você iniciou

A tarefa
de testemunhar no mundo
que o homem deus
para não ter
nunca mais que morrer
deve se unir
à mulher que
ao se fazer ela também deus
liberta ambos
da condição mortal
da existência material

E nós
homens e mulheres
unidos
no amor infinito
redimimos você
que nos apontou
o caminho
da redenção da dor
que
até agora
afligiu o mundo

E te redimimos
da tua dor
reconhecendo
a tua presença
que vive
no nosso próprio amor

Jesus
você
homem que
deu o sangue da dor
derramado
do coração partido
para que este
aquecesse os corações
como fosse
vinho inebriante
do teu amor
escuta agora
o brinde
que nós fazemos a ti
e com ti
para celebrar
este grandioso evento

O teu sangue
Jesus
se fez finalmente
mas de verdade
vinho
o vinho da alegria
com o qual nós
você incluído
glorificamos hoje
a tua verdadeira
primeira
e definitiva
ressurreição
ressurreição
que é o nascimento
a uma vida nova
e que
por ser tal
é mesmo um natal

Mas um natal
absolutamente novo
porque é o natal
da vida imortal
tua
e de todos aqueles que
juntos a ti
foram além
da morte
que junto a ti
padeceram
na cruz
da separação

E
com este vinho da alegria
no qual
transformou-se por completo
o sangue da dor
nós
unidos a ti
Jesus
fazemos um brinde
ao amor infinito

Silvia Montefoschi
Tradução por Adriana Tanese Nogueira.

Texto retirado do blog Fondazione Silvia Montefoschi: https://fondazionesilviamontefoschiblog.wordpress.com/2017/12/14/brindisi-di-natale/

Comentários

Postagens mais visitadas